Macarronada caseira

Sempre tive vontade de fazer macarrão caseiro e nunca tinha tido a oportunidade (ou coragem). Mas quando assisti Rodrigo Hilbert preparando esta macarronada no programa apresentado por ele – Tempero de Família – logo fiquei inspirada. Foi minha grande chance de fazer macarrão caseiro num almoço de domingo!

A foto não ficou muito bonita, pois a fome era grande demais para esperar e montar um prato artístico!

Ele prepara a massa do macarrão com tanta simplicidade que encanta nossos olhos. O molho com carne fica delicioso e combina perfeitamente com a massa.

Caso queiram assistir na íntegra, o link é este: http://receitasgnt.com.br/video/macarronada-caseira/#

Segue abaixo a receita:

Massa

03 ovos

04 xícaras de farinha de trigo

01 punhado de farinha de milho

03 colheres (sopa) de manteiga

01 pitada de sal

Em uma bancada, espalhe a farinha de trigo e misture o ovo e o sal.

Quando a massa começar a ganhar textura, mexa com as mãos, sovando bem. Lembre-se que a mesa deve estar sempre com muita farinha.

No momento em que a massa parar de grudar, estique-a com um rolo de macarrão, sempre adicionando farinha para não voltar.

Com a massa bem esticada, acrescente um pouco de farinha de milho para não grudar. Divida a massa ao meio, enrole e corte o macarrão no tamanho que quiser.

Em seguida, desenrole o macarrão, cozinhe em água fervendo com sal e reserve.

 

Molho de carne

½ kg de alcatra (inteira)

05 talos de alho-poró

02 tomates

Sal e pimenta a gosto

Pique a alcatra, o alho-poró e o tomate em pedaços pequenos.

Coloque a carne em uma panela de ferro com óleo e acrescente sal e pimenta. Com a carne torrada, acrescente o alho-poró.

Após o alho-poró soltar o caldo, acrescente o tomate e um pouco de água, deixando cozinhar mais um pouco.

Confira os temperos e reserve.

Antes de misturar a massa ao molho, coloque uma porção generosa de manteiga numa panela e deixe queimar até ficar marrom. Coloque este líquido sobre a massa e só depois misture o molho.

Bom apetite! :)

 

 

Mousse de capim-cidreira da Pati Bagattini

Você quer uma sobremesa leve, saborosa, fácil de fazer e super diferente para encantar seus convidados, ou até mesmo, a sua família? Então experimente esta deliciosa mousse de capim-cidreira!

A minha querida prima Pati Bagattini preparou esta delícia e divide a receita aqui conosco.

Segue:

01 maço de capim cidreira (lavado e picado)
01 caixinha de creme de leite
1/2 lata de leite condensado
01 pacote de gelatina de limão

Dissolver a gelatina de limão em 1/2 copo de água quente e reservar.

Bata o capim-cidreira no liquidificador com um pouquinho de água, apenas para que não fique seco e seja possível bater.

Peneirar e voltar a misture ao copo do liquidificador (não esquecer de lavar o copo antes para tirar o resíduo da erva).

Acrescentar a gelatina já dissolvida e o leite condensado e bater bem.

Em seguida, adicione o creme de leite e bata um pouco mais.

Despejar o conteúdo em potes de sobremesa e manter na geladeira  até o momento de servir.

Bom apetite! :)

Biscoito salgado integral

Eu queria uma receita de biscoitinho salgado integral para comer com patê e logo encontrei esta na internet.

Confesso que não me lembro em qual site foi, mas de qualquer forma, fiz minhas adaptações conforme os ingredientes que eu tinha em casa.

Para fazer foi muito rápido! Em menos de 01 hora estava tudo pronto.

Segue a receita:

01 xícara de farinha integral

01 xícara de aveia em flocos finos

03 colheres (sobremesa) de gergelim branco torrado

01 colher (sobremesa) rasa de sal

1/2 xícara de água gelada

1/2 xícara de óleo

Misture todos os ingredientes até ficar uma massa homogênea.

Abra com um rolo e corte no formato desejado.

Arrume em uma assadeira (não precisa untar) e leve ao forno pré-aquecido até ficar levemente dourado.

Fiquem atentos com o forno, pois se passar do ponto ficará amargo. No meu forno ficou por aproximadamente 15 minutos em 180º.

Os biscoitinhos só ficam crocantes depois que estiverem totalmente frios.

Sirva com patês ou geleias de sua preferência e bom apetite! :)

 

Nozinhos em calda da Pati Bagattini

Faz muito tempo que escuto falar desse nozinho! Agora, com a receita em mãos, certamente vou tentar fazer em casa.

Trata-se de uma massa doce que é frita e depois passada numa calda de açúcar com canela. Parece tentador, não parece?

Segue a receita que a Pati Bagattini divide conosco:

Massa

150 ml de leite morno
01 pacotinho de fermento para pão seco
03 colheres de açúcar refinado
100 ml de óleo
02 ovos grandes batidos ligeiramente
500 gramas de farinha de trigo peneirada (a massa fica mais lisa)

Calda

02 xícaras de água
03 xícaras de açúcar
01 colher de sopa de canela em pó

Vamos começar pela massa :

Em uma tigela, misturar o leite morno com o fermento.

Depois, acrescentar o açúcar e misturar bem.

Adicione o óleo e depois os ovos.

Aos poucos, vá adicionando a farinha de trigo e sovando.

Fazer uma pequena bolinha com a massa e colocá-la em um copo com água.
Enquanto isso, vamos à calda:

Em uma panela colocar a água, o açúcar e a canela.

Misturar bem e levar ao fogo médio.

Não mexer mais.

Desligar o fogo quando engrossar um pouco (levantar fervura).

Cobrir a tigela com um pano e reservar.

Quando a bolinha de massa que está na água subir, está na hora de moldar os nozinhos. Dispense a bolinha de massa.

Pegar um pouco de massa e enrolar como uma cobrinha e dar um nó.

Vá acomodando as unidades numa assadeira.

Fazer isto com toda a massa.

Fazer novamente uma bolinha e colocar no copo de água.

Cobrir as assadeiras deixando a massa crescer novamente.

Quando esta segunda bolinha subir é porque já será a hora de fritar os nozinhos. Usar uma panela pequena com bastante óleo. Fritar até dourar.

Depois de fritos, passar os nozinhos pela calda com canela.

Sirva com café ou chá e bom apetite! :)

 

Frango grelhado com ora-pro-nobis – Guia SJC

Confiram esta receita de frango grelhado com ora-pro-nobis no Guia SJC:

http://www2.guiasjc.com.br/gastronomia/frango-grelhado-com-ora-pro-nobis/

 

Talharim com picanha ao molho de limão da Pati Bagattini

Inspirada num dos pratos servido no restaurante Barbaresco, Pati Bagattini tentou reproduzir em casa o “picatta al limone”. É um prato delicioso de fatias finas de picanha grelhada guarnecido de talharim ao molho cremoso de limão.

Simplesmente perfeito!

Ingredientes:

01 picanha fatiada

Obs.: a Patrícia utilizou filé mignon

01 cebola pequena fatiada

05 dentes de alho fatiados

Azeite, sal e pimenta do reino a gosto

Manteiga

Suco de um limão siciliano

01 caixa de creme de leite

Talharim ou parpadelle

Queijo parmesão ralado a gosto

Salsinha e manjericão frescos para decorar

 

Primeiro, vamos ao molho de limão:

Fritar a cebola em 01 colher (sopa) de manteiga.

Quando a cebola estiver quase transparente, acrescentar o suco de limão e mexer bem.

Adicionar o creme de leite e dosar o sal.

Retire do fogo e deixe repousar.

 

Preparo da carne:

Grelhar as fatias de carne usando uma frigideira bem quente. Tempere somente com azeite e sal.

 

Para o alho:

Fritar no azeite o alho fatiado e reservar.

 

Observação:

Enquanto prepara o molho e os filés, vá cozinhando a massa conforme instruções da embalagem.

Depois de cozida, escorra a massa e passe na manteiga com um pouco de azeite e sal. Esta precisa ser servida imediatamente.

 

Montagem do prato:

Coloque um pouco da massa com queijo parmesão em cima. Acomode os filés lado a lado e adicione o molho por cima deles com o alho frito. Decore a massa com ervas frescas.

Depois disso, é somente apreciar. Bom apetite!

 

 

Bolinho assado de espinafre com abobrinha e queijo coalho

Acho que já comentei por aqui que estou numa onda de comer alimentos mais saudáveis, com menos gordura e açúcar e com mais ingredientes naturais.

Foi pensando nisso que tenho buscado desenvolver algumas receitas diferentes para experimentar e dividir aqui com vocês.

Sou fã incondicional de bolinhos com legumes, mas comer fritura sempre não dá. Foi então que desenvolvi esta receita de bolinho assado e com o máximo de ingredientes saudáveis possível.

Neste bolinho eu incluí espinafre, abobrinha e queijo coalho. Mas é claro que você pode (e deve) utilizar os ingredientes que tenha na geladeira. Pode-se usar escarola, couve, cenoura, beterraba, sobras de arroz, outros tipos de queijo e assim por diante. Use a criatividade e desenvolva novos sabores!

Como fiz a receita “à olho”, não tenho as medidas exatas que usei, mas vou tentar passar aproximadamente as quantidades usadas:

01 xícara de espinafre picado

1/2 abobrinha ralada

1/2 cebola picadinha

Sal, pimenta do reino e curry a gosto

02 colheres (sopa) de queijo coalho picado

02 ovos

Cerca de 01 xícara de farinha de trigo (normal ou integral)

01 pitada de bicarbonato de sódio

Misture todos os ingredientes, exceto a farinha. Mexa bem para que todos os ingredientes fiquem envolvidos pelos ovos. Aos poucos, adicione a farinha de trigo e vá misturando bem.

O ponto correto da massa é quando ela estiver firme, porém não dura. Deve estar num ponto no qual possamos colocar colheradas da massa na assadeira e esta não escorra, mas também não fique firme como uma passa de pão, por exemplo.

Unte uma assadeira com azeite e coloque as colheradas de massa com espaço entre cada porção.

Leve ao forno, fogo baixo, por 10 minutos. Após este tempo, vire cada bolinho com a ajuda de uma espátula. Deixe no forno por mais uns 05 minutos ou até estarem dourados.

Sirva com molhos diversos: catchup, maionese, pimentas. Particularmente, eu prefiro com pimenta.

Bom apetite! :)

Mini torta de frutas vermelhas – Guia SJC

Confiram esta receita de deliciosas mini tortas de frutas vermelhas no link abaixo:

http://www2.guiasjc.com.br/gastronomia/mini-torta-de-frutas-vermelhas/

Minha horta de ervas em vasos

Faz tempo que não posto fotos da minha horta em vasos aqui no blog.

Sendo assim, tirei novas fotos e quero dividi-las aqui com vocês.

Primeiro, segue meu vaso com orégano:

Vaso com plantação de tomate cereja:

Alecrim e manjericão de folha miúda:

Tomate cereja e bálsamo:

 

Resolvi dar um “colorido” à horta e plantei algumas flores também:

Suco de couve com maracujá

Gosto muito de sucos naturais, mas gosto ainda mais de juntar vários ingredientes e inventar sucos diferentes e variados.

Há quem resista em tomar sucos com verduras, mas basta provar uma vez para que o preconceito se vá de uma vez. São deliciosos, nutritivos e refrescantes.

Segue a minha invenção de suco de couve com maracujá e outros ingredientes mais:

04 folhas de couve picadas grosseiramente

01 maracujá

01 limão cravo

01 laranja

01 colher (sopa) de gengibre

Água à gosto

O preparo é simples: junte num liquidificador a couve, a polpa do maracujá, o suco da laranja e do limão, o gengibre e água. Bata bem até ficar homogêneo.

Coe e adoce à gosto.

Sirva bem geladinho e bom apetite! :)