Na Garagem – 23/julho

No dia 23 de julho, próximo sábado, acontece mais uma edição deliciosa de Na Garagem!
Venham, traga a família e os amigos para provar nossos quitutes e conhecer os artesanatos. A entrada é franca!

Panfleto 100x140mm - Na Garagem

Doces de festa junina: curau cremoso

Estava estudando algumas receitas de curau na internet, mas queria um curau modernizado, com um toque diferente e encontrei esta receita de curau cremoso no site da Nestlé.
Muiiiiiito saboroso e fácil, porém demanda um certo tempo no fogão.

13516560_1084656194924136_4010295241206003110_n

Segue a lista de ingredientes:
02 latas de milho verde
01 xícara de água
02 xícaras de leite
01 lata de leite condensado
canela em pó para decorar

Primeiro, escorra o milho e bata com 01 xícara de água no liquidificador. Bata bemmmm mesmo. Coe essa mistura já direto na panela onde você vai apurar o creme. O ideal é uma panela de fundo grosso.
Descarte o bagaço ou guarde para usar noutra receita.
Adicione as 02 xícaras de leite e o leite condensado ao creme de milho e leve ao fogo baixo, sempre mexendo para não grudar. Quando formar um creme, retire do fogo.
Despeje numa vasilha, cubra com papel filme (colado ao creme) e leve para gelar.
Sirva em porções individuais ou numa travessa com um pouco de canela em pó por cima.

Bom apetite!

Refogado de folha de batata-doce

A experiência de fazer, manter e cuidar de uma horta no quintal de minha casa tem me proporcionado vivências incríveis!
Posso provar novos sabores, testar receitas, colher o que planto sem nenhum agrotóxico e ainda, ter uma alimentação mais saudável.
Certa vez, uma amiga querida e também cozinheira, trouxe para mim um vaso com uma batata-doce plantada. Logo arrumei um espaço na horta e replantei diretamente na terra. Logo as ramas começaram a se espalhar pelo chão.

301994e4-6b5b-48ab-9dc5-edd6265849a6

São tantas folhas na cor verde-escuro que fui pesquisar se estas poderiam ser consumidas. Para minha surpresa, soube que os orientais consomem esta verdura, que é riquíssima em vitamina C, refogada, em sopas e em omeletes.
Hoje eu fiz o teste e o sabor é suave, leve… DELICIOSO!

9b6db056-2b38-4a38-ba03-a14af5ca70c5

Colhi um pouco das folhas, retirei o talo e lavei bem.
Piquei um dente de alho e coloquei numa panela com um frio de azeite. Deixei o alho fritar e juntei as folhas inteiras. Refoguei, temperei com sal, pimenta e suco de limão. Adorei o resultado!

Você pode plantar a batata doce num vaso apenas para consumir as folhas. Que tal? Faça o teste e depois me conte.

Cheesecake de frutas vermelhas

Já fiz esta receita várias vezes, mas acabo não lembrando de postar as fotos aqui no blog. Hoje, como estou mais tranquila, vou divulgar esta sugestão de sobremesa para vocês. Afinal, foi a minha receita para a ceia de Natal!

cheesecake de frutas vermelhas

MASSA:

01 e 1/2 xícara de farinha de trigo

+ ou – 05 colheres (sopa) manteiga

01 ovo

01 pitada de sal

Misture tudo muito bem até ficar homogêneo. Enrole a massa num papel filme e deixe descansar na geladeira por cerca de 20 minutos.

Molde a massa numa forma de aro removível e leve para assar por cerca de 20 minutos.

RECHEIO:

250 gramas de ricota

01 caixinha de creme de leite

1/2 xicara de leite

01 colher (sopa) de maisena

02 ovos

raspas de limão

1/2 xícara de açúcar

Bata tudo no liquidificador até ficar um creme homogêneo. Despeje sobre a massa assada e leve ao forno para assar por cerca de 30 minutos ou até ficar consistente. Reserve.

COBERTURA:

Frutas vermelhas à gosto

01 colher (sopa) de suco de limão

03 colheres (sopa) de açúcar

Coloque as frutas ligeiramente picadas numa panela com o açúcar e limão e leve ao fogo para apurar. Confira o açúcar e, se necessário, corrija. Quando estiver uma calda grossa, desligue o fogo e deixe esfriar.

MONTAGEM:

Quando tudo estiver frio, coloque a calda de frutas sobre a torta e leve para gelar por cerca de 01 hora.

Depois disso, desenforme a torta. Neste momento, eu aconselho a desenformar num prato no qual você irá servi-la. Passe uma faca ao redor da massa para solta-la da lateral da forma. Assim, você evita quebra-la.

Use a criatividade e decore sua torta com frutas frescas à gosto.

10426697_972080972848326_1426955877184240959_n

Torta de abacaxi com coco

Esta sobremesa batizada de “Abacaxi dourado” foi feita pela apresentadora Ana Maria Braga em seu programa Mais Você que é exibido na Rede Globo.
Aqui, para facilitar a busca pela receita, chamaremos de “Torta de abacaxi com coco” e é super simples de se fazer.

IMG_4145

Confira a receita que será passada por partes:

Abacaxi dourado
4 xícaras (chá) de abacaxi picado
6 colheres (sopa) de amido de milho

Numa frigideira, em fogo alto, coloque 4 xícaras (chá) de abacaxi picado e vá mexendo até secar (+/- 5 minutos) ou até ficar com uma coloração dourada. Transfira para uma peneira para esfriar e escorrer o excesso de água. Coloque o abacaxi escorrido e frio em uma tigela, junte o amido de milho, mexa e reserve.

Cobertura de coco
2 ovos
200 g de coco ralado
200 g de açúcar de confeiteiro
50 g de manteiga derretida

Coloque numa tigela 2 ovos, 200 g de coco ralado, 200 g de açúcar de confeiteiro e 50 g de manteiga derretida, misture bem e reserve.

Massa
60 g de açúcar
100 g de manteiga em temperatura ambiente
1 ovo
200 g de farinha de trigo
1 ovo batido para pincelar

Numa tigela coloque 60 g de açúcar, 100 g de manteiga em temperatura ambiente, 1 ovo, 200 g de farinha de trigo e com as mãos misture bem até formar uma massa homogênea.

Montagem
Com a massa forre o fundo e as laterais de uma fôrma redonda de fundo falso (24 cm de diâmetro). Pincele 1 ovo batido por toda a massa (fundo e laterais), distribua a mistura de abacaxi (reservada) e por cima coloque a cobertura de côco (reservada). Leve para assar em forno médio pré-aquecido a 180 graus por +/- 50 minutos ou até que a borda da massa esteja dourada e soltando das laterais.
Retire do forno, deixe esfriar e desenforme.

IMG_4142

Risoto de linguiça calabresa e limão

Hoje a noite resolvi fazer um risoto com linguiça calabresa e limão.
O limão trouxe um toque refrescante ao prato e combinou perfeitamente com o sabor mais acentuado da linguiça.
Em breve postarei a receita aqui para vocês!
Por enquanto, deixo a foto como inspiração:

11666275_949240871799003_4174617981038771687_n

Pão integral sem glúten

Muitas receitas de pão integral e sem glúten acabam resultando num pão duro e pesado.

Não é o caso desta receita que surpreendeu e o pão continua fofinho mesmo no dia seguinte.

Vamos à receita:

10 gramas fermento seco (01 sachê)

01 copo grande de água morna

1/2 copo de óleo morno

01 colher (chá) de açúcar

10 colheres (sopa) de farinha de arroz

03 colheres (sopa) de amido de milho

03 colheres (sopa) de fécula de batata

03 colheres (sopa) de polvilho doce

01 colher (chá) cmc (xantana)

03 ovos

01 colher (café) de sal

No copo do liquidificador colocar na sequência: a água morna, o fermento e o açúcar. Aguarde uns minutos para deixar o fermento agir. Depois, adicione o óleo morno.

Bata por um minuto.

Adicione os ovos e o restante das farinhas (secos).

Bata por uns 5 minutos.

Deixe a massa descansar dentro do copo do liquidificador bem vedado com a tampa por uns 20 a 30 minutos. A massa vai crescer.

Unte e enfarinhe uma forma de pão e leve para assar por 30/35 minutos em forno pré-aquecido a 180º.

Sugestão: adicione à massa ervas que você gosta: manjericao fresco, orégano, cebolinha verde, entre outros.

 

Arancini da Pati Bagattini

O arancini é um bolinho de arroz feito com sobras de risoto. É simplesmente delicioso e combina muito bem com uma taça de vinho tinto.

Sobrou risoto em casa? Não descarte! Guarde e faça um delicioso arancini no dia seguinte.

Ingredientes

03 xícaras de risoto pronto

02 ovos batidos

04 colheres de farinha de rosca

sal e pimenta a gosto

cubos de queijo (pode ser mussarela, gruyére, prato, ou aquele que tiver na geladeira)

Soltar com um garfo o arroz, pois ele fica bem massudo .

Misturar os ovos e a farinha de rosca e temperar com sal e pimenta a gosto.

Se ficar muito seco, pode colocar mais um ovo. Ou se ficar mole demais, acrescente a farinha. Tem que ficar no ponto de enrolar com as mãos.

Agora, pegue porções pequenas com uma colher e molde os bolinhos recheando-os com um cubo de queijo.

Fritar em óleo quente..

Dica:  faça um molho de pimenta para acompanhar .

Sirva com um bom vinho e bom apetite! :)

Torta de amoras da Marília Salmazzo

Estamos chegando próximo à época de amoras e será fácil encontrar por aí muitas amoreiras carregadas do fruto.

Além de saborosa, é um excelente aliado na diminuição do colesterol, além de ser rica em vitamina B, A e Cálcio.

Nossa sugestão hoje é preparar uma deliciosa torta de amora que harmoniza muito bem com um chá leve de ervas. Outra opção é saborear com uma bola de sorvete de creme.

Segue a receita:

Massa

140g de manteiga

80g de açúcar de confeiteiro

250g de farinha

01 gema

Junte a manteiga e o açúcar de confeiteiro e amasse com as mãos ou uma espátula, formando uma espécie de farofa. Acrescente a gema e continue misturando ate que toda a mistura esteja homogênea. Forre uma forma de fundo falso com essa massa, mas reserve ¼ da massa para cobri-la. Com um garfo, fure a massa e leve ao forno médio até que esteja levemente dourada.

Recheio

02 xicaras de amora

½ xicara de açúcar

02 colheres (sopa) de amido de milho

¼ xicara de agua

Enquanto a massa assa, lave 02 xicaras de amora, retire os “cabinhos” e coloque-as em uma panela juntamente com ½ xícara de açúcar.

Cozinhe em fogo baixo ate que o suco da amora e o açúcar derretam e se misturem. Deixe levantar fervura por mais ou menos 10 minutos.

Misture 02 colheres de amido com ¼ de xicara de agua ate que esteja completamente dissolvido.

Adicione a mistura às amoras e mexa até que engrosse.

Assim que a massa ficar pronta, espalhe a mistura de amora na massa, mas tome cuidado para não encher muito.

Abra a massa restante, corte em tiras e decore a torta com essas tiras na diagonal.

Volte a torta ao forno médio até que a cobertura esteja dourada.

 

Salada de frutas quente e flambada

Eu sou uma devoradora assumida de frutas, mas neste frio, buscamos nos alimentar com pratos mais quentinhos e aconchegantes. Desta forma, resolvi preparar uma salada de frutas quente. Sim: quente! E deliciosa.

Você para fazer para comer pura ou com creme de leite, sorvete, acompanhar alguma carne, enfim… são várias as opções.

O preparo é fácil e rápido e você pode usar as frutas que tiver em casa. Eu usei:

01 maçã

01 banana

01 pera

01 goiaba (sem o miolo de sementes)

01 laranja (apenas o suco)

folhas de hortelã

01 dose de cachaça

01 colher (sopa) de manteiga

Açúcar e canela a gosto

Corte as frutas grosseiramente e reserve. Numa panela, derreta a manteiga e acomode as frutas. Adicione açúcar e canela em pó a gosto e mexa delicadamente. Acrescente o suco da laranja, a cachaça e flambe para queimar todo o álcool.

Deixe o caldo reduzir um pouco e retire da panela.

Decore com folhas de hortelã (ou pimenta rosa) e bom apetite! :)